HOMENAGEM DA DIRETORIA DA AMLAC, PARA UM DOS FUNDADORES DA ACADEMIA METROPOLITANA DE LETRAS, ARTES E CIÊNCIAS

JORGE LEMOS, O POETA QUE SE FOI  por 

José Antonio Zechin

Eu e Jorge Lemos fizemos longas caminhadas juntos. Caminhadas poéticas. Nossas letras foram derramadas em páginas de muitos livros. Eu apresentei livros dele, ele apresentou livros meus. A palavra nos fortalecia. A poesia nos unia. Fomos poetas de desafiar estrelas, degustando um bom vinho. Fomos amigos de jogar conversa fora por horas. Conversas de poetas, sem compromissos com a realidade. Participavam dos papos alguns faunos e unicórnios que desciam das nuvens curiosos. Você pode não acreditar, mas é verdade! A nós só interessava o indizível, tudo o que não se via. O que não existia. Mas às vezes também colocávamos os pés no chão. Essa coisa de escritores querendo mudar a realidade. Em muitas tardes tomamos café fazendo planos para melhorar a cultura da cidade e da região. Numa dessas conversas surgiu a ideia de fundar a Academia Metropolitana de Letras, Artes e Ciências, a AMLAC. E assim ela nasceu e viva está até hoje, lutando por ideais literários. Fui buscar fotos para ilustrar esta mensagem. Não encontrei. Estão guardadas dentro das gavetas da saudade. Ainda vou encontrar, sem essa pressa de dizer sobre ele agora. Estou usando uma ilustração do amigo Luiz Gustavo Paffaro, que também fez parte da Academia. Por ora só posso dizer essas poucas e apressadas palavras. Lembrar do seu filho Jorginho, que gostava de imitar meu rabo de cavalo. Lembrar da Estephania, a esposa que ele foi encontrar agora lá na eternidade. Fico imaginando que vai nascer poesia. Esta noite vou ficar com os olhos atentos, lendo as estrelas.

CLASSIFICAÇÃO FINAL NO CONCURSO LITERÁRIO VINHEDO 70 ANOS.

ACADEMIA METROPOLITANA DE LETRAS, ARTES E CIÊNCIAS – AMLAC.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL NO CONCURSO LITERÁRIO VINHEDO 70 ANOS

GRUPO A – ENSINO FUNDAMENTAL I – não houve classificação de primeiro a terceiro lugares, por insuficiência de inscritos. A Comissão Julgadora resolveu conceder MEJ – MENÇÃO ESPECIAL DO JURI para publicação a: 
LETÍCIA LICO ZANBON (Colégio Etapa de Valinhos, 5° ano)

GRUPO B – Devido ao grande número de inscritos neste grupo e a sensíveis diferenças na produção dos textos dentro dessa ampla faixa etária, a justificar o desdobramento de categorias e premiações, a Comissão Julgadora decidiu dividir este grupo em:

B: 6º/7º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL II
1º lugar: FELIPE FURLAN FERRAGUT DE OLIVEIRA (Instituto de Educação Príncipe da Paz)
2º lugar: WILSON JOSÉ DA SILVA JUNIOR (Escola SESI de Vinhedo)
3º lugar: GIOVANNA RODRIGUES DOS SANTOS (Escola SESI de Vinhedo)
MEJ: JULIA MAGALHARIS SOFIATTI (Instituto de Educação Príncipe da Paz)

B: 8º/9º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL II
1º lugar: JULIA PAGLIARANI (Escola SESI de Vinhedo)
2º lugar: CRISTIAN GALDINO HANSEN (Escola SESI de Vinhedo)
3º lugar: GEOVANNA MESQUITA CRUZ (Instituto de Educação Príncipe da Paz)
MEJ: LETÍCIA CARDENUTO PEREIRA (Escola Integração)

GRUPO C – ENSINO MÉDIO
1º lugar: GIOVANNI BONINCONTRO FERRAIOLO (Colégio Progresso Bilíngue – Unidade Vinhedo)
2º lugar: HELOISE SILVA CARVALHO FREDIANI (Escola SESI de Vinhedo)
3º lugar: VICTORIA PIMENTEL S. OMETTO (Escola SESI de Vinhedo)
MEJ: DAVI DE OLIVEIRA SILVA (Escola SESI de Vinhedo)

GRUPO D – LIVRE (residentes em Vinhedo) – devido ao número muito reduzido de inscrições neste grupo, a Comissão Julgadora resolveu destacar em 1º lugar: MOACIR CIRO MARTINS JUNIOR, conto: Os caquis da liberdade, e conceder duas Menções especiais do Júri a: JULIANA KOGA, conto: Boas safras, e ANDRÉ L. P. TRINDADE, poema: Vinhedo – Lugar num tempo tanto.

Comissão Julgadora: Meres Affonso, Silvia Regina Costa Lima e Sandro Capestrani, que também coordenou o concurso e subscreve este comunicado.
Oportunamente, informaremos data e hora da cerimônia de premiação, na forma do Edital do concurso.

A AMLAC agradece a participação significativa de estudantes no concurso e seu empenho na produção de seus textos. Teremos uma bela antologia de aniversário da nossa cidade, com a publicação dos textos apresentados pelos autores acima citados. 

AMLAC 
Coordenador do Concurso
Sandro Capestrani

 

CAROS ACADÊMICOS – LANÇAMENTO DE LIVROS DO COLEGA THOSHIO KATSURAYAMA

“CONVITE AOS ACADÊMICOS DA AMLAC”

Convidamos, também, os acadêmicos da AMLAC, de qualquer área, a enviarem seus textos em homenagem a Vinhedo, até 15/12/19, para o email concursovinhedo@amlac.com.br, no formato indicado e no gênero escolhido conforme especificação do Regulamento do concurso, para integrarem a respectiva Antologia de premiação, a ser editada no início de 2020.
Trata-se de mais uma iniciativa de valorização da cidade que amamos, por meio da literatura nela produzida, por nossos acadêmicos e demais escritores locais classificados na forma do regulamento.

Wagner Pavarin
Presidente da AMLAC”

“PRORROGAÇÃO DE PRAZO DO CONCURSO LITERÁRIO VINHEDO 70 ANOS”

A AMLAC resolveu prorrogar, até 20 de novembro de 2019, o prazo de inscrições para o concurso literário Vinhedo 70 anos, em todas as categorias e grupos, embora tenhamos recebido dezenas de textos, especialmente de autores do grupo B. A prorrogação visa a atrair mais autores para os grupos C e D, a fim de homenagearmos nossa cidade com maior diversidade de olhares.

Agradecemos, desde já, aos autores inscritos e aos que, certamente, virão.

Wagner Pavarin
Presidente da AMLAC

Comunicado Importante:

Em virtude do adiamento da 3ª festa literária de Vinhedo – 3ª FLIVI, por motivo de força maior a diretoria da AMLAC – Academia Metropolitana de Letras Arte e Ciências resolveu igualmente adiar o concurso literário FLIVI/AMLAC, ficando sem efeito os termos do edital publicado anteriormente.  Pedimos excusas pelo adiamento e informamos que a nova data será divulgada oportunamente. 

Atenciosamente,

Wagner Pavarin
Presidente

 

Participe do concurso literário Vinhedo 70 anos

Possibilitar o surgimento de novos talentos literários, reconhecendo-os e incentivando-os, é uma das metas da AMLAC, junto a este segmento. Este concurso traz em seu cerne, além da multiplicidade de possibilidades do enriquecimento cultural e literário, a valorização de nossa cidade, pela sua trajetória histórica, bem como pelos seus encantos.
Vamos participar!
Compartilhe com seus amigos escritores!

A AMLAC
Academia Metropolitana de Artes, Letras e Ciências, lança o
Concurso Literário,
VINHEDO 70 ANOS.

 

A AMLAC, no intuito de premiar e valorizar a criatividade literária, promover a difusão em Língua Portuguesa e estimular a leitura e a escrita, lança seu tradicional concurso literário.

O concurso é aberto a todos os vinhedenses, domiciliados no município e está dividido em quatro segmento etários:

GRUPO A: Estudantes do Ensino Fundamental I

GRUPO B: Estudantes do Ensino Fundamental II

GRUPO C: Estudantes do Ensino Médio

GRUPO D: Livre (cidadãos vinhedenses)

Os trabalhos deverão ter por tema, a cidade de Vinhedo em sua história de 70 anos, o que inclui seus pontos turísticos, fatos marcantes, seus habitantes, as mudanças pelas quais passou, etc.

Os trabalhos inscritos, que poderão ser Conto, Crônica ou Poesia, serão avaliados por uma comissão de escritores acadêmicos vinhedenses, os quais também farão a premiação. Esta será honorífica, ou seja, os trabalhos que obtiverem as primeiras colocações serão publicados em uma antologia a ser lançada pela AMLAC.

“Possibilitar o surgimento de novos talentos literários, reconhecendo-os e incentivando-os, é uma das metas da AMLAC, junto a este segmento. Este concurso traz em seu cerne, além da multiplicidade de possibilidades do enriquecimento cultural e literário, a valorização de nossa cidade, pela sua trajetória histórica, bem como pelos seus encantos. ” Wagner Pavarin – Presidente da AMLAC.

Este concurso outrora estava ligado à FLIVI – Festa Literária de Vinhedo, e seguia o tema do evento. Este ano, no entanto, pela não realização da Festa, a AMLAC optou por realizar seu tradicional Concurso, com o tema do aniversário de 70 anos da cidade.

Para maiores informações acesse o regulamento.

Acessar Regulamento